Durante manifestação servidores da saúde cobram direitos frente à prefeitura de Colinas e pensam numa possível greve
SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS!
Palmas-TO - Terca-Feira, 22 de Janeiro de 2019
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
Durante manifestação servidores da saúde cobram direitos frente à prefeitura de Colinas e pensam numa possível greve
Autor: Alysson-neya chaves - Publicado: 09/01/2019

Percorrendo ruas do município de Colinas, servidores da saúde evocaram sua indignação quanto o desrespeito que a gestão municipal vem fazendo com a categoria.

 

Os manifestantes iam anunciando as demandas e ganhando adesão da população colinense e reivindicando do prefeito Adriano Rabelo o pagamento do mês de dezembro e o 13º de 2018, além da data-base, insalubridade, alimentação de qualidade e quantidade, e o cumprimento do Plano de Cargo Carreira e Remuneração.

 

Indignados com tamanho desrespeito, os servidores cobraram ainda na frente do paço municipal uma gestão humana, sem assédio, sem perseguição e com condições dignas de trabalho com os profissionais que laboram com responsabilidade cumprindo com suas obrigações e contribuindo para otimizar o atendimento ao cidadão que procuram pelos serviços de saúde no município.

 

Na ocasião nenhum representante se prontificou para conversar com os servidores, deixando a categoria mais revoltada ainda sem posição da prefeitura. Isso fez os profisisonais pensar numa possível greve caso o prefeito Adriano não se manifestar ou abrir diálogo para chegar a um acordo.

 

A Delegada Regional do Sintras em Colinas, Tereza Cristina da Cruz Rocha, informou que a gestão tem recebido o sindicato com as demandas dos servidores, mas não tem cumprido os compromissos com a categoria.

 

“Nos reunimos com o prefeito Adriano algumas vezes para levar as demandas da categoria, ele tem nos garantido que resolveria, mas não comprovou isso na prática, foi o que levou os servidores a realizar essa manifestação pacífica”, disse Cristina.

 

Já o presidente do SINTRAS, Manoel Pereira de Miranda, informa que os servidores tem que receber o que tem direito. “O prefeito tem que fazer gestão respeitando tanto a população, quanto os servidores. Deixar de pagar o salário dos servidores atinge a população, pois eles estão inseridos nas famílias que buscam atendimento nos postos de saúde do município. Nós enquanto entidade que defende a categoria vamos sim fazer valer esses direitos através dos meios legais. Greve será o nosso último recurso, mas se for necessário iremos fazer sim com toda responsabilidade”.

 

Manoel Miranda diz ainda que encaminhará expediente ao prefeito Adriano solicitando um reunião o mais breve possível para negociação e chegar a um acordo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


SINTRAS - Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins

405 Norte, Alameda 08, lote 01, Conjunto HM3, CEP 77002-018 - Palmas-TO.

Atendimento Administrativo: (63)3224-4161 / 3224-6284 / 0800 703 2037

E-mail: sintras-to@uol.com.br