SINDESSTO PERSISTE NO AUMENTO DE PLANTÕES SEM REMUNERAÇÃO. SINTRAS AFIRMA ASSIM NÃO TEM ACORDO E FAZ NOVA PROPOSTA
SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS!
Palmas-TO - Sbado, 17 de Novembro de 2018
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
slide
SINDESSTO PERSISTE NO AUMENTO DE PLANTÕES SEM REMUNERAÇÃO. SINTRAS AFIRMA ASSIM NÃO TEM ACORDO E FAZ NOVA PROPOSTA
Autor: Alysson-neya chaves - Publicado: 01/11/2018

Na manhã desta quinta-feira, 1 de novembro, aconteceu mais uma rodada de negociação da Convenção Coletiva de trabalho, na sede do SINDESSTO.

O sindicato patronal persistiu no aumento de plantões sem remuneração. Ele quer firmar uma escala de 15 plantões, proposta que não foi aceita pela categoria e também rejeitada pela diretoria do SINTRAS-TO.

Para aguçar um final das negociações a diretoria do sindicato fez proposta para evitar prejuízos aos trabalhadores da saúde que laboram em plantão 12×36.

Conforme a proposta para os hospitais que pretendem compor escalas de 15 plantões deverão conceder a cada plantão excedente, aos trabalhadores de nível fundamental R$ 100,00, para trabalhadores com nível auxiliar R$ 100,00, de nível médio R$ 120,00, de nível técnico R$ 130,00 e para os de nível superior R$ 250,00, de forma que não geram encargos sobre os valores.

Após a direção do sindicato expor a proposta, os representantes do SINDESSTO informou que irá analisar e levar para assembleia da categoria e será comunicado as deliberações da assembleia ao SINTRAS-TO.

Conforme o presidente do SINTRAS-TO, o sindicato patronal está muito resistente a fechar uma proposta que beneficia a categoria. “Nós estamos firmes, não vamos aceitar aumento de plantões, sem a devida remuneração, aumentar carga horária e o trabalhador não ser remunerado pela carga horária excedente é injusto. Estamos falando de ser humano e não de máquina”, destaca Manoel Pereira de Miranda.

Estiveram presentes nessa reunião o vice-presidente do SINDESSTO, Thiago Figueiredo; Representantes do Hospital Cristo Rei, Maria Abadia F. Silva; da Fundação Pró Rim, Jonas José Correa; da AKC, Aldacíria Coelho; e da diretoria do Sintras além do presidente, o diretor Luiz Fernando Amaral Leite, Raimundo de Sousa Morais, acompanhados do advogado Kare Marques Santo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


SINTRAS - Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins

405 Norte, Alameda 08, lote 01, Conjunto HM3, CEP 77002-018 - Palmas-TO.

Atendimento Administrativo: (63)3224-4161 / 3224-6284 / 0800 703 2037

E-mail: sintras-to@uol.com.br