SES penaliza servidores que testam positivo a Covid-19 com corte da insalubridade

Autor: Redação Sintras - Publicado: 31/07/2020
Share

Sindicato recebe denúncia de que a Secrearia Estadual da Saúde está punindo servidores com o corte do adicional de insalubridade, que após testar positivo a Covid-19 e pela necessidade vital são afastados do trabalho para tratamento da doença. A entidade cobra do governador que determine a SES o pagamento aos profissionais que possuem o direito adquirido.

A medida contradiz o decreto do Governo de nº 6.072, de 21 de março de 2020, no qual o governo declara estado de calamidade pública no Estado do Tocantins em razão da pandemia da disseminação do coronavírus.

E no artigo 9º, parágrafo I do Decreto dispõe que aos agentes públicos acometidos pela doença “devem ser afastados do trabalho sem prejuízo de sua remuneração…”.

Para tirar o direito do servidor, a SES alega que não tem como afirmar se o servidor foi acometido pela doença dentro da unidade hospitalar.

De acordo com o sindicato essa é uma justificativa descabida. “Como o governo diz isso se o local de maior contaminação é dentro do hospital? Se é pra lá que vai todos os casos suspeitos e que permanecem os casos testados positivos? E outra da mesma forma o servidor também não tem como provar que foi contaminado dentro ou fora do hospital”, aponta os questionamentos o presidente Manoel Pereira de Miranda.

Ele ainda pontua que os profissionais da saúde de forma ordenada, compromissada e corajosamente saem de casa para cumprir seus plantões sabendo que vai de encontro ao vírus. Só isso é o bastante para o governo reconhecer a coragem dos servidores da saúde num tempo atípico como esse dentro das unidades de saúde, e que para os profissionais devem ser dirigidas todas as medidas de proteção e reconhecimento do profissionalismo de todos.

Para oficializar a solicitação foi protocolado na sexta-feira, 31, o ofício nº 194/2020.O mesmo foi encaminhado também ao secretário de saúde, Luiz Edgar Leão Toline.

Ofício

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
María Rita Cabral Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
María Rita Cabral
Visitante
María Rita Cabral

Parece q o decreto número 6.072 não diz respeito onde o servidor contraiu o vírus. Entendido q não interessa de onde veio a contaminação.
Se é q alguém pode provar de onde veio.
Todos somos vítimas de uma pandemia e se existisse culpados, talvez já teríamos vencido esse vírus punindo os “culpados”.Aff…
Governo querendo tirar dinheiro de pessoas q sai todos os dias de sua
casa pela luta de sua vida e de terceiros. Tanto a família do servidor fica vulnerável qto ele, mas cumprir o seu dever está acima da sua própria segurança.

(63) 3224-4161 / 3224-6284 / 0800 703 2037
sintras-to@uol.com.br

405 Norte, Alameda 08, lote 01, Conjunto HM3
CEP 77002-018 - Palmas-TO

Copyright®1989 - 2020 SINTRAS - Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins.

Criado por: